Publicado por: z. Jan Righi | julho 22, 2010

Gostos, Desgostos e Felipe Neto

Hoje, ao me deparar com o meu novo computador, resolvi entrar no twitter e vi um absurdo nos TT’s Worldwide: Felipe Neto sendo criticado loucamente por conta de um vídeo que fez sobre a Fiukagem geral, e já vi outras criticas quando ele falou sobre Crepusculo, Justin Bieber, Modinhas e etc.

Gosto não se discute, mas talvez desgosto se discuta. Mas apesar de parecer, o Felipe Neto fala sobre como as pessoas se comportam em diversas situações, o fanatismo exacerbado, a falta de amadurecimento, a incapacidade de decidir as coisas por si só, os males dos estereótipos e tantos outros pontos que afetam a sociedade e contribuem pra ela se tornar cada vez mais medíocre. Ele critica isso com um certo senso de humor, até porque isso ajuda as pessoas a entenderem melhor se tiverem a mínima capacidade de interpretar o que ele quer dizer por trás de tudo aquilo.

Diferente do PC que usa o vlog pra falar do cotidiano dele, às vezes também fazendo uma certa crítica a sociedade, mas de um modo despretensioso, sem querer atingir de fato as pessoas com as suas ideias e ideais, são dele e ponto, se você concorda bem, se não concorda dane-se. No caso do Felipe Neto ele quer que você entenda aquilo, ele te prende, não dá pra ver um video dele fazendo qualquer outra coisa, é quase que impossível, se você tiver a capacidade de enxergar no fundo o que ele quer dizer, compartilhando da opinião dele ou não, você é um ser humano dotado de no mínimo consciência e discernimento entre ofensas e críticas a sociedade.

Não é porque um assunto é tratado com um pouco de humor que ele perde a importância, a consistência e a veracidade. As metáforas do cotidiano usadas pelo Felipe são incrivelmente interessantes e bem formuladas, mesmo sabendo que ele não tem um roteiro fixo, entretanto ele se mostra surpreendentemente melhor a cada video, mais solto, utilizando melhor o espaço  e focando no assunto e na “moral da história” que ele quer passar. Dando um ar de simplicidade a tudo e mostrando, por exemplo, que você não tem que fingir que ama alguém pra conseguir um favor, isso é ser interesseiro, fiukar é ser interesseiro.

O importante é que devemos cada um de nós julgar e analisar o que gostamos e o que não gostamos pelo o que é, não porque ele possa ter falado de uma maneira critica a um assunto que tenhamos afinidade, devemos criticar ou elogiar o Felipe Neto pelo trabalho que ele faz, se é bom ou não. Eu, obviamente, gosto do trabalho dele, admiro e tudo mais, assim como gosto dos videos do PC, sobre o cotidiano dele e a Lola *-*, mas o que eu quero que vocês entendam é que é preciso SABER filtrar as coisas boas e ruins de cada conteudo que você observar.

Obrigada

Anúncios

Responses

  1. Eu concordo até com você Jan, hoje em dia o humor é a forma mais leal de atingir o publico, e deixá-los menos ignorantes.. Mas eu não gosto mesmo do Felipe Neto, nossas opiniões não batem, se for pra ver uma pessoa detonando todos e tudo.. prefiro ler Gregório..

  2. concordo, saber filtrar é o segredo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: